Reafirmamos nosso compromisso com a melhoria da qualidade de vida da população, e o resultado será novas conquistas sociais.

A Autarquia Municipal, Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Tombos-MG, foi criada pela Lei Municipal nº 882 de 19 de maio de 1997. Apesar de ter sido criada no ano de 1987, foi instituída através do Decreto nº 031/2003 de 01 de abril de 2003, ano que iniciou seu funcionamento.


Iniciou a cobrança da Tarifa de Água e Esgoto, em julho de 2003, em “Serviço Estimado”, tendo por base de cálculo, a classificação e o tamanho da área construída do imóvel, de acordo com o cadastro do IPTU da Prefeitura Municipal de Tombos, com uma proposta para hidrometração de todas as unidades no prazo de 05 (cinco) anos.


Anteriormente, era cobrada uma tarifa simbólica, comum a todos os usuários juntamente com o  IPTU, portanto, anualmente; mas devido ao alto custo operacional na manutenção do serviço, o mesmo era prestado de forma precária.


Além de enfrentar toda a dificuldade comum a qualquer serviço que se inicia. O SAAE de Tombos ainda teve de enfrentar, e ainda enfrenta, várias resistências por parte dos usuários. O fato de ter iniciado a cobrança de água no município de Tombos, ainda é um fardo pesado, que reflete claramente no alto índice de inadimplência, que passa dos 30% (trinta por cento). A rejeição pela Tarifa Estimada, mesmo por prazo temporário até a completa hidrometração, é grande; a consciência da necessidade da hidrometração voluntária, seja para adequar o consumo à realidade, seja para evitar o desperdício, seja para melhoria do serviço prestado, é pequena.


Diante dessa realidade, desde a sua criação, o SAAE instalou, até a presente data, 1197 (um mil cento e noventa e sete) hidrômetros; muito longe da meta a ser alcançada que hoje são de aproximadamente 2.262 (duas mil, duzentas e sessenta e duas) unidades recebedoras.


Diante dos parcos recursos de que dispõe o SAAE de Tombos, e diante de uma população de baixo poder aquisitivo, esta Autarquia Municipal encontra-se perante um problema de difícil solução, qual seja, a total hidrometração de suas unidades recebedoras.


Importante salientar que o SAAE e a Prefeitura Municipal não medem esforços para que toda a população tenha em sua residência, água de excelente qualidade (de acordo com as normas de padrão de saúde estabelecidas) e em quantidade suficiente para atender suas necessidades básicas, sendo que o mesmo não está ocorrendo com os usuários. Tendo em vista, que a capacidade de produção de água tratada da Estação de Tratamento é suficiente para abastecer uma cidade de aproximadamente 12.000 (doze mil) habitantes, sendo que a cidade de Tombos (Zona Urbana), possui aproximadamente 8.300 (oito mil e trezentos) habitantes, apura-se uma diferença de 30% (trinta por cento). Portanto, teoricamente, não poderia haver falta d’água em nosso município, mas não é o que realmente acontece, principalmente no período do verão.


Verifica-se que este consumo exagerado ou “desperdício”, está localizado em alguns pontos da cidade. Desta forma, alguns são beneficiados em detrimentos a outros.


O equilíbrio de consumo somente poderá ser alcançado, através da hidrometração de todas as unidades recebedoras de água do abastecimento público de nosso município.


 Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Tombos-MG


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!